SLIDER


SARA GONÇALVES . PORTUGAL


[ STYLIST . CONSULTORA DE IMAGEM ]

paginaaolado@gmail.com

NEWSLETTER

BUDGET PLAN FOR 2013



Os tempos estão complicados e cada vez mais difíceis e por muito que uma pessoa sonhe por dias melhores eles parecem cada vez mais distantes.

Mal assumi que os dias começavam a caminhar para o precipício tomei a iniciativa de apontar as  despesas para, no final do ano, as estudar, no entanto chegava o final do ano e analisar, nada.. até que no início de 2012 parei e analisei, quando vi o que gastava sem perceber em roupa, acessórios e afins fiquei pálida! Eu não tinha mesmo a noção, por isso resolvi, na altura, estabelecer de imediato um orçamento para 2012 para os bens não necessariamente indispensáveis e hoje ao fazer o somatório verifiquei que em muito pouco me excedi e reduzi nos euros gastos, pelo menos em roupa 40%! Houveram meses mais complicados mas nada como Fevereiro e Agosto para restabelecer o equilíbrio.

Agora é a vez de disciplinar o ano de 2013! Quem está comigo?!

Facebook | Instagram | Bloglovin 

19 comments

  1. Confesso que junto todos os tickets de compra, mas, mal me atrevo a fazer a soma anual. Cada mês é um miminho aqui e um miminho ali... Acabei por tentar aprovietar oportunidades, tanto nas lojas on-line como com as promoções ao longo do ano em todas as lojas. É uma exceleten idéia. Nada melhor a fazer que estabelecer uma quantia a gastar e reduzirmo-nos a ela.

    http://rainhadofashion.blogspot.com

    ReplyDelete
  2. Acho que é uma ótima iniciativa. Nestes tempos que correm, temos mesmo de fazer uma boa gestão dos gastos senão o orçamento voa e nós nem nos apercebemos.
    Eu faço o seguinte: Tendo o orçamento para uma certa semana ou mês, estabeleço o que quero ou preciso de comprar e vejo quanto me sobra, estipulando que certas quantias têm de dar para determinadas coisas. Decidi registar isso na minha agenda, de forma a saber sempre "a quantas ando". Também decidi registar as coisas mais supérfluas que quero e saber quanto gastarei em cada uma.
    São formas de nos organizarmos e de nunca ficarmos desorientados :)

    ReplyDelete
  3. É melhor não fazer contas! Aliás, se todos os dias, após vestidas, começar-mos a somar o valor de todas as peças que temos em cima...é uma vergonha. Mas sabe tão bem levar uns miminhos para casa de vez em quando.
    Eu já fui pior. Antes comprava tudo o que gostava, quer fosse de boa qualidade, ou não. Agora pondero mais. Compro mais caro, é verdade, mas em menos quantidade, e por norma são peças que me vão durar muitos anos porque são de boa qualidade. A única coisa que eu não abdico, são os acessórios, porque é isso que por vezes faz toda a diferença num look. Mas deixei de comprar por impulso.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim! Acho o Impulso fatal!!

      **

      Delete
  4. Eu gostava de dizer que apenas compro quando preciso mesmo de algo...mas estaria a mentir... a verdade é que apesar de não ser uma consumista nata, tenho consciência que às vezes me excedo... mas já mudei bastante comparando com há 4 ou 5 anos!


    Beijo e bom fim de semana

    ReplyDelete
  5. é optimo termos noção dosnossos gastos, para podermos ter tudo controladinho :)
    beijinho

    ReplyDelete
  6. Eu não precisei de criar esse plano, porque fui obrigada a isso já há uns meses atrás. Só gasto no necessário e está tudo muito bem contado. Cada vez mais acho que exageramos em futilidades desnecessárias.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Verdade Vanessa! E como diz a Mary a crise teve este lado bom, pelo menos para ajudar a reorganizar as nossas carteiras! Por acaso nunca fui de grandes gastos, não há hipótese e mesmo que houvesse acho que a educação está tão entranhada que não há nada a fazer-se!

      **

      Delete
  7. Eu estou completamente contigo.
    Acho que este é precisamente o lado bom da crise. Aconteceu-me também!

    ReplyDelete
  8. Eu tenho me obrigada a comprar poucas coisinhas! :)

    ReplyDelete
  9. Gastamos mais do que aquilo que pensamos... E às vezes em coisas dispensáveis...

    Beijinho*

    ReplyDelete
  10. Eu tento não gastar tanto, mas nem faço contas ao que gasto para não me assustar :)
    Bj S

    ReplyDelete
  11. vale sempre a pena poupar :)

    ReplyDelete
  12. Realmente isso é uma excelente ideia, até porque sei que gasto muito dinheiro em roupa mas nunca fiz contas. Sei que no dia em que o fizer, vou ficar assustada... Enfim... Beijinhos *

    ReplyDelete
  13. Também uso esse método! Aponto as despesas todas para não me esticar muito :)

    ReplyDelete
  14. Eu aposto que vais conseguir =D Uma pessoa nem tem bem a noção do que gasta até começar a fazer contas :S

    Beijinho*

    ReplyDelete
  15. Também comecei a fazer o mesmo...A roupa era o que me levava mais dinheiro também :/

    blondeisland.blogspot.com

    ReplyDelete
  16. Eu bem precisava fazer isso também! Vou ver se me aplico :p

    ReplyDelete
  17. Eu comecei a faz~e-lo mal descobri que estava grávida. A verdade é que apercebi-me que gastava em coisas totalmente superficiais - em roupa ou acessorios que a primeira vista gostava, nada mt caro mas que no final do ano - dava já uma despesa bem grande para o que ganho.

    Sinto-me muito bem com esta nova forma de filosofia ate porque estou cada vez mais criativa a fazer looks bem interessantes com o que ja tenho,sem ter necessidade de andar a comprar aqui e ali.

    aGORA so compro coisinhas para o Bebé e que sejam mesmo essenciais. bj

    ReplyDelete

© PAGINA AO LADO • Theme by Maira G.