SLIDER


SARA GONÇALVES . PORTUGAL

[ stylist // consultora de imagem ]

NEWSLETTER

12.4.18

7 passos [simples] para a organização do guarda-roupa!

[ Imagem retirada do google ]

Um dos serviços que presto, enquanto Consultora de Imagem, consiste na Análise e Organização do Guarda-roupa, fornecendo conselhos e indicações profissionais ao cliente para a melhor organização do seu guarda-roupa simultaneamente com a análise e seleção das roupas que são adequadas ao coordenado desejado. 

O propósito da Análise e Organização do Guarda-Roupa consiste em ajudar o cliente a libertar-se, no final do processo, de todas as peças de roupa que não foram consideradas eficazes para a valorização da sua imagem sem afastá-lo, nunca, do que é o seu estilo pessoal.  

Acredita, um armário organizado pode mesmo resultar numa nova maneira de ver a vida! Por isso e de forma simples deixo por aqui 7 passos [simples] para a organização do guarda-roupa. 

1. Começa por retirar todas as peças do armário e analisar uma a uma o que pretendes fazer com elas. Uma boa dica é dividir as peças por categorias: as que vais manter, as que vais guardar, e aqui incluem-se as peças que já não usas mas que têm valor efetivo e por esse motivo não consegues para já desapegar, e as peças que vais doar ou simplesmente deitar fora.

2. Antes de colocar as peças que irão, novamente, para o armário, experimenta, combina e anota todas as conjugações felizes. Não só te vai ajudar a recordar um coordenado num momento mais atribulado que não saibas o que vestir como te garante a certeza de as queres mesmo manter.

3. Determinar o espaço para a cada tipo de peça facilita o processo de vestir pela manhã assim como o de manter a organização. As peças mais utilizadas deverão ficar nos locais mais acessíveis, em oposição às peças menos utilizadas que deverão ficar no local mais alto, no entanto, salvaguarda que toda a roupa da estação deverá ficar à vista, para que não fique esquecida.

4. Agrupar as peças no varão por categoria: casacos, camisas, calças, saias, vestidos, etc., uma peça por cabide, e dispostas por cor, da mais clara à mais escura, é uma excelente forma de facilitar a seleção e conjugação de coordenados, assim como também de ter maior percepção das peças que tens. 

5. Se tiveres possibilidade investe no mesmo tipo de cabides, a uniformização faz a organização. Mas toma apenas atenção que existem peças que pedem cabides específicos.

6. Abusa nos organizadores de guarda-roupa, caixas de tecido e cestos de vime, principalmente se depois de organizares o armário ainda existirem peças de roupa para guardar e pouco espaço de armazenamento. 

7. Por último os acessórios, como carteiras, cintos, brincos, colares, etc. devem ser igualmente organizados por cores e num local acessível de forma, tal como acontece com as peças de roupa, a melhor visualizá-los. 

Como sugestão extra, se tiveres disponibilidade de trocar a exposição das peças de roupas por estação do ano opta por caixas transparentes, de plástico e com pequenos orifícios para a circulação do ar, para guardar roupa e calçado sazonal. Esta opção não permite que as peças de roupa que não são da estação causem ruído na hora de escolha do coordenado assim como não ocupa espaço desnecessário no armário.

Experimenta e se tiveres dúvidas sobre como editar e organizar o seu armário entra em contacto.


Segue as redes sociais:

*Artigo da minha autoria, enquanto Consultora de Imagem, para o jornal Diário de Aveiro, na data de 5 de abril de 2018.
No comments

Minimalismo: estilo de vida ou moda?

Em criança acumulava, na adolescência reduzia e hoje vivo com o [meu] essencial.

O [meu] conceito de minimalismo é ter o suficiente, o que eu necessito, e que pode ser, em tudo, diferente para o outro. O [meu] conceito de minimalismo é dar prioridade aquilo que é essencial e livrar-me do que não tem tanto valor.

No [meu] conceito de minimalismo não há um número exacto de objetos, de peças de roupa ou decoração a seguir. Não há principalmente uma obrigatoriedade de acompanhar a 'tendência' minimalista. Falo disto particularmente porque o minimalismo se encontra cada vez mais na moda, por quem o refira como um estilo de vida mais desacelerado, simples, prático e leve mas também por quem o encare a nível estético: arquitetura, decoração e peças de roupa, em muito aproveitado pelas marcas para lidar com o facto de o minimalismo ser interpretado como acto de comprar menos.

Como referi foi ainda na adolescência que, em muito por falta de espaço e fixação pela organização, aprendi a equilibrar os bens materiais. Quanto mais temos mais tempo e energia dispensamos e mais espaço necessitamos. O mesmo se passa com as peças de roupa, quantas mais existirem, menos se visualizam e mais assumimos que nada temos para vestir.

Não me considero minimalista, nas suas variadas definições, o meu propósito é viver o meu essencial, em todas as partes. Procuro o equilíbrio. 

Não passou um ano desde o meu final do conceito, ou ferramenta, armário cápsula, 37 peças por três meses, ou seja 37 peças para cada estação do ano. Fiz as quatro estações que partilhei por aqui (link). 

O objetivo nunca foi seguir um determinado número de itens ou peças de roupa para a vida mas receber desta experiência, e por isso lhe ter chamado ferramenta, uma aprendizagem. Podem ler aqui (linkas 5 lições que aprendi com o armário cápsula. 

Depois de ter praticado um ano de armário cápsula, não necessito, nem considero que deveríamos necessitar, de definir um número exacto de peças, mas antes selecionar as mesmas com base na sua utilidade: usamos todas as peças que temos no nosso guarda-roupa? Gostamos de todas elas? As nossas peças de roupa fazem-nos sentir feliz e seguras de nós próprias? São adequadas ao nosso estilo de vida? Se sim, devemos ficar com elas. São raras as vezes que compro por impulso, pondero se a peça de roupa, ou outro item, vai fazer sentido, e se me vai ser principalmente útil e trazer felicidade. 

Afinal acumulamos muito e aproveitamos pouco. Ohh.. E a vida essa.. quer-se, leve!

Até ao próximo post! 
Não se esqueçam de seguir as redes sociais. 
Facebook e Instagram (@paginaaolado_blog) 
Acompanha também Facebook e Instagram de (@saragoncalves.consultoraimagem)

No comments

23.3.18

SET // FRIDAY, I'M IN LOVE #124

A primavera finalmente chegou, e ainda que com ela a chuva não tenha cessado, a transição do inverno para uma temporada mais quente faz-nos sonhar com peças mais leves, frescas e em tons pastel. Neste post aqui (link) em que escrevi sobre as tendências da próxima temporada referi que o millennial pink continuava em alta para as próximas estações e o certo é que este tipo de coordenado continua a bombar no street style, e por isso mesmo, hoje, em formato low cost (blazer 25€ e calças 17€) deixo por aqui três ideias diferentes de coordenados possíveis com o millennial pink

1. LEFTIES | 2. LEFTIES | 3. LEFTIES | 4. NIKE  | 5. INDOT | 6. RAY-BAN | 7. TOO FACED

O primeiro coordenado num estilo casual, onde os sneakers e a bolsa a tiracolo promovem o conforto a par de uma certa elegância, o segundo coordenado num estilo clássico, em que a blusa no tom branco e o salto alto marca uma imagem mais conservadora ainda que atenta às tendências e o último e terceiro coordenado num estilo mais sexy, em que o top justo, e em pele, transmite aquela sensualidade. 

1. LEFTIES | 2. LEFTIES | 3. STEFFEN SCHRAUT | 4. VALENTINO | 5. ZAFUL | 6. RAY-BAN | 7. LIPSTICK QUEEN


Estes três coordenados mostram como, mesmo sendo fiel ao nosso estilo, nos podemos adaptar às tendências. Claro está, que não necessitamos de seguir/aderir todas as tendências da estação, mas podemos deixar-nos inspirar pelas que mais apreciamos e adaptarmos ao nosso estilo. 


1. LEFTIES | 2. LEFTIES | 3. POPMAP | 4. NEWLOOK | 5. OSCAR DE LA RENTA | 6. RAY-BAN | 7. YSL

Agora a pergunta que não quer calar. Qual
moodboard com que mais te identificas?! 


Até ao próximo post! 
Não se esqueçam de seguir as redes sociais. 
Facebook e Instagram (@paginaaolado_blog) 
Acompanha também Facebook e Instagram de (@saragoncalves.consultoraimagem)
No comments

22.3.18

3 NOVOS PRODUTOS NO MERCADO #6

Começamos pelas máscaras da Thalgo. O MultiMasking, tratamento de beleza originário da Coreia que consiste em tratamentos de pele personalizados e por consequência mais célere e eficiente, chega à marca com as máscaras: Concentré D'Hydratation, Concentre D'Éclat, Nutrition Intense e Clarté Absolue. Com a aplicação dos vários tipos de máscara em simultâneo nas zonas certas do rosto em dez minutos estamos prontas! Pode parecer complicado aplicar várias máscaras em simultâneo mas na realidade são os mesmos passos, só tem de mudar a máscara aplicada em cada zona.

A proposta Multimasking da Thalgo consiste na associação de duas máscaras recomendadas para diferentes situações de pele, ou seja, tendo em conta o contexto de pele e ambiente. Assim, temos o Multimasking Anti Jet-Lag, o Multimasking para pele com rugas, o Multimasking conforto sublimador e o Multimasking Reequilibrante. No meu caso, tendo a marca dado gentilmente a possibilidade de perceber qual o tratamento correto para mim a minha escolha recaiu sobre o conforto sublimador [Masque Concentré D'éclat & Masque Nutrition Intense], afinal o meu rosto estava a necessitar de um choque de hidratação e luminosidade para ganhar conforto e suavidade e raios! Que dupla ma-ra-vi-lho-sa.

Estas máscaras (75ml) têm um PVP de 39,50€ com exceção da Concentré D'Hydratation, com um PVP de 43,60€ encontrando-se à venda na loja Thalgo (aqui) e em Centros de Estética com formação Thalgo (aqui).


Chegou a nova máscara intensiva Nature Moments Óleo de Azeitona e Aloé Vera, Schwarkopf, para completar/combinar o ritual de beleza capitar. Ao champô e condicionador esta máscara intensiva com fórmula nutritiva, não oleosa e sem corantes artificiais ajuda a controlar cabelos rebeldes e pontas espigadas, prometendo nutrir o cabelo intensamente da raiz até às pontas. E como eu preciso! Produtos já em teste, and.. so far so good!

Com essências 100% naturais e testado dermatologicamte, Nature Moments, em todas as suas variedades: Óleo de Argão e Óleo de Macadâmia, Óleo de Azeitona e Aloé Vera, Mel e Óleo de Figo da Índia, Óleo de Girassol e Framboesa, Erva de Provença e Lavanda, não contem corantes artificiais, sendo que, os champôs e condicionadores também não contem silicones.

A mascara (250ml) tem um PVP de 5,99€, o champô (400ml) de 4,99€ e o condicionador (200ml) de 3,49€.

Esta última novidade prende-se com o Bioderma nude, para pele mista a oleosa, com elevada fotoproteção, 100% mineral, e efeito mate aveludado e anti-imperfeições. Promete controlo da oleosidade e efeito nude mate durante 8 horas e redução biológica das imperfeições após 21 dias. Louca para testar!

Produto com 40ml e um PVP 18,90€.

Agora a pergunta que não quer calar.. qual a novidade que ficaram mais entusiasmadas?! 


Até ao próximo post! 
Não se esqueçam de seguir as redes sociais. Facebook e Instagram (@paginaaolado_blog) 
Acompanha também Facebook e Instagram de (@saragoncalves.consultoraimagem)
No comments

9.3.18

SET // FRIDAY, I'M IN LOVE #123

set, moodboar, pagina ao lado, style, ootd

1. DIESEL | 2. RIVER ISLAND | 3. CALVIN KLEIN | 4. SAINT LAURENT | 5. FURLA | 6. NARS

Os últimos dias têm sido de autêntico inverno, estação em que estamos é certo, mas, e embora saibamos que faz falta, a chuva começa a cansar, talvez pelo facto de embora saibamos que ela é necessária, não consigamos ficar indiferentes a que tenha vindo toda ela de uma só vez. A verdade é que nos tornamos nestes dias, mais cinzas, na forma como pensamos, como vemos o mundo e também como nos vestimos. 

Hoje trago-vos um coordenado que representa o meu estado de espírito, afinal vestir é isso mesmo, mostrar a nossa alma. 

Pese embora tanto preto, há sempre o detalhe da Trench Coat, em vinyl e que faz todo o look, o batom vermelho nos lábios e uma Furla que anima qualquer mulher. Anyway, hope you like! 

>>> Acompanha também as novidades no Facebook e no Instagram (@paginaaolado_blog) <<<
No comments

TOP 5 // BASES [ FOND DE TEINT ]


Os posts TOP5 surgiram na Página ao Lado há três anos, precisamente com um TOP5 Bases [Fond de Teint]. Desse TOP5 ( aqui ) ainda sobrevivem a Phyto Teint Expert, da Sisley Paris e a Mat Velvet + da Make Up For Ever. Verdade, são as mesmas, apesar do prazo fixado depois de aberta a embalagem já ter sido ultrapassado mantêm-se em boas condições. 

Depois desse post, em 2015, muitas outras bases foram testadas, aprovadas ou não aprovadas, mas não por aqui referenciadas no formato TOP5 Bases. Por exemplo a Lingerie de Peau, da Guerlain vai já na segunda embalagem, agora com novo packaging e novos tons disponíveis. 

Não sou maquilhadora, nem tão pouco especialista em produtos de beleza e makeup, mas gosto da área, sobretudo de pesquisar, testar e dar opinião, até porque enquanto Consultora de Imagem necessito de estar sempre a par do tema para transmitir o melhor conhecimento às minhas clientes. 

Foi numa dessas pesquisas, leituras e análise do tema que encontrei o site COSDNA, que analisa os ingredientes que constituem as bases, sob três temas: acne, irritação e segurança, que percebi que por vezes o resultado final no nosso rosto não corresponde à 'qualidade' da mesma, principalmente para uma pele sensível e com tendência acneica como a minha.

A verdade é que os resultados me surpreenderam! Deste TOP5 Bases, inverno e para peles mistas a oleosas, partilhado no meu instagram (aqui), a melhor base desta lista é a Phyto Teint Expert, que ainda que tenha Butylene Glycol, ingrediente que possa causar acne (nível 1, o mais reduzido) não tem qualquer ingrediente que possa desenvolver irritação à pele e é bastante segura em termos de uso continuado, das cinco, de longe a que obteve melhores resultados, quase perfeita!

Depois seguiram-se a Teint Idole Ultra 24H, sem qualquer ingrediente comedogénico, no entanto com Alcohol Denat, ingrediente que provoca irritação na rosto em último nível e por essa razão pouco indicada para peles sensíveis, e com Octinoxate e BHT, ingredientes limites no que respeita à segurança no rosto na situação de uso continuado. E a All Hours, que contém Butylene Glycol, ingrediente que pode causar acne (ainda que no nível 1), e tal como a Teint Idole Ultra 24H  Alcohol Denat, ingrediente que provoca irritação na rosto (nível 5), e BHT, ingrediente associado à fragrância, que se encontra no limite no que respeita à segurança no rosto ao uso continuado.

A Lingerie de Peau e a Make Up For Ever apresentam valores um pouco mais preocupantes. A Lingerie de Peau contém Dimethicone (nível 1) e Stearic Acid (nível 2) no que refere ao acne e Ethylhexyl Methoxycinnamate, BHT e Butyphenyl Methylpropional, este último nível 7, que transmitem pouca segurança na aplicação continuada, e a Make Up For Ever não tem qualquer ingrediente que possa provocar acne ou irritação no entanto contém três ingredientes (nível 7), dois associados a fragrância, o que sinceramente acho que não existia necessidade,  que transmitem pouca segurança na aplicação continuada, felizmente é daquelas bases que se usam para eventos mais especiais, face à sua cobertura.

Por aí, alguém com curiosidade nestes assuntos!? Contém-me tudo!

>>> Acompanha também as novidades no Facebook e no Instagram (@paginaaolado_blog) <<<
No comments

2.3.18

SET // FRIDAY, I'M IN LOVE #122


Aos poucos o blog volta à sua regularidade, e como hoje é sexta-feira, é dia de novo set! Com duas tendências que continuarão pela próxima temporada, a conjugação do rosa e vermelho, cores análogas e o millennial pink. Hope you like! 

1. ANINE BING | 2. SIMON MILLER | 3. MAX MARA | 4. OSCAR TIYE | 5. ZAFUL | 6. YSL

2 comments

1.3.18

Tendências primavera - verão 2018, onde vais querer apostar!


Entramos em março, mês que dá as boas-vindas à primavera e por isso razão suficiente para colocarmos em dia as principais tendências da nova temporada, primavera-verão 2018. É certo, o tempo ainda está fresco e a chuva voltou, mas por mais que o tempo quente pareça distante ninguém resiste em espreitar as novas coleções ou, pelo menos, sonhar com peças de roupa mais leves e deixarmos por uns largos meses os casacões e sobretudos.

Das estações anteriores o millennial pink e a lingerie, particularmente sob transparências, continuarão em alta, mas esta nova temporada trará também muitas novidades. A primeira recai sobre a cor do ano eleita pela Pantone, o Ultra-Violet. A cor que invadiu os desfiles de moda e o street style começa agora a chegar às lojas de roupa, e quem sabe também aos nossos armários. Ultra-Violet é uma das cores mais ricas e irreverentes, um autêntico fashion statement que não vai deixar ninguém indiferente, podendo ir do look total para um coordenado mais arrojado a apenas um acessório, para um coordenado que se quer mais discreto. 

Mas as tendências não se ficam por aí, para esta primavera-verão a par dos habituais tons pastel as cores primárias ganham força, principalmente associado ao tom amarelo, de facto aquela cor que consegue animar qualquer dia! 

Os vestidos compridos são peça-chave, e nesta temporada querem-se num padrão divertido, extravagante, geométrico, apelando a uma autêntica obra de arte. O brilho faz parte também desta temporada, em vestidos, saias e/ou blusas, e desengane-se quem pensa que o brilho veio apenas para ser usado à noite. Por último, o decote quadrado, que veio substituir os ombros à mostra e que favorece particularmente pessoas com pescoço longo, pouca cintura e ancas largas já que atrai a sua atenção para o peito. 

Já nos pés o calçado mais apetecido são os rasos ou kitten heels. A sapatilha continua e voltam as flat mules, seja na versão pelo e/ou veludo, que transitam do tempo frio, seja em cores fortes, já a pensar no verão. No entanto, e para quem gosta de apostar em calçado alto, a plataforma, em sandália ou sapatilha, e o tacão largo, com altura não superior a cinco, seis centímetros são uma excelente opção. 

No que respeita aos acessórios as atenções estão centradas nas micro bags e belt bags ou bolsas de cintura, o acessório mais cool da próxima temporada que nos deixa de mãos e ombros livres. No entanto, se optar por não dar hipótese às carteias recorde-se que os cintos, independentemente do tipo e largura, são nesta estação parte integrante das peças com formas e volumes maiores, seja sobre vestido, casaco ou camisa. Também os brincos são chamados para esta nova temporada, particularmente em novos materiais, aqui quanto maiores e excêntricos forem mais tendência são. E não nos podemos esquecer,claro, dos óculos de sol, mais pequenos e retro, tal como os anos 90 assim o exigiam. 

O que mais cativa nestas tendências é a sua multiplicidade, desde peças mais extravagantes pelo seu corte, volume, padrão, brilho e aplicações às mais clássicos e elegantes, este facto dá-nos maior liberdade de escolha não só por peças com que mais nos identificamos como por peças que melhor assentam ao nosso biótipo. 

_ _ _
Segue as redes sociais:
No comments

19.1.18

APOSTE NOS BÁSICOS PARA ESTRUTURAR O SEU GUARDA-ROUPA


Depois do último artigo ‘SaldosManual para boas compras’ e antes de olhar para as tendências da próxima estação deve parar, abrir o seu guarda-roupa e organizá-lo. O objetivo é simples, libertar-se de todas as roupas, calçado e acessórios que já não fazem sentido para si, seja por não lhe servirem, por não se identificar ou simplesmente por se encontrarem inutilizadas. O importante e objetivo final é que no seu guarda-roupa somente estejam as peças que realmente gosta, cores, materiais e cortes que melhor valorizem a sua imagem, até porque menor quantidade de roupa significa maior facilidade na escolha dos seus coordenados, bem como criação de novas combinações. Quantas vezes encontrou peças no seu guarda-roupa que já não se recordava que as tinha, ou percebeu ao chegar a casa que adquiriu peças muito idênticas às existentes?

A análise e reorganização do guarda-roupa é também fundamental do ponto de vista da gestão da sua vida económica, isto porque se vestir apenas 1/3 das roupas que possui no seu guarda-roupa significa uma grande paragem de capital pela aposta em peças que não fizeram nem fazem sentido para si, muitas vezes associadas aos preços tentadores dos saldos, com peças adquiridas somente porque não se resistiu a uma etiqueta com um desconto apelativo, mas que a funcionalidade e interligação com as peças que tem é muito pouco ou mesmo nenhuma.

Antes de ir às compras faça o exercício, edite e organize o seu guarda-roupa, de forma a conseguir percepcionar as peças com que mais se identifica, cores e cortes, aqui irá certamente perceber qual o seu padrão de consumo, mas também quais as peças que lhe estão em falta. Anote, e leve consigo quando for às compras.

Para fazer compras acertadas é importante que perceba o que realmente lhe faz falta. Os básicos devem representar a maior parte do seu guarda-roupa, afinal são eles os elementos responsáveis pela agregação e harmonia dos seus coordenados, e são desses que estamos a falar.

Os básicos podem variar de estilo para estilo, de gosto para gosto ou de pessoa para pessoa, no entanto o famoso número de 10 peças básicas para funcionar deverá conseguir comunicar ente si de forma a possibilitar a construção do sem número de coordenados.

O famoso Little Black Dress (LBD) é uma peça intemporal e adequado a qualquer ocasião. Como referido, os básicos variam de pessoa para pessoa pelo que o vestido poderá não ter necessariamente preto. A camisa branca é também ela umas das peças mais versáteis do guarda-roupa. São vários os modelos hoje disponíveis no mercado, e o certo é que uma camisa clássica branca nunca passa de moda e é sempre sinónimo de elegância e requinte numa mulher. Não podem faltar os jeans, a calça de tecido com corte alto, as t-shirts, o sobretudo, casaco ou blazer, a trench-coat, boas malhas, saia e os sapatos rasos de qualidade e saltos para ocasiões especiais para completarem a lista.

Lembre-se os básicos clássicos são aqueles que resultam em todos tipos de corpo, ao mesmo tempo que são intemporais, logo o seu investimento fica desde logo previsto para diferentes temporadas. Invista neles assim como nos acessórios, tanto quanto possível. Os acessórios são essenciais para qualquer coordenado, uma vez que refletem a personalidade de quem os está a usar assim como têm a capacidade de ‘atualizarem’ e ornamentarem as vossas conjugações.

Se fizer a lista no início da próxima estação pode com toda a certeza juntar-lhe uma ou outra peça tendência, assumidamente ao seu estilo, que ajudará a atualizar o seu guarda-roupa, mas, e como referido no artigo anterior, assegure-se que essas peças fazem sentido no seu guarda-roupa, e que permitem um bom número de coordenados com as peças que já tem casa, no mínimo três.

Siga também as redes sociais:

Artigo da minha autoria, enquanto Consultora de Imagem, para o jornal Diário de Aveiro, na data de 18 de janeiro de 2018.
2 comments

12.1.18

DE 2017


Este post vem com atraso, mais concretamente 12 dias.

2016 foi um ano de agradecimento por todas as oportunidades que me foram permitidas, e que sei que foram fortemente merecidas, não por sorte mas por lutar por elas, já 2017 ohh esse ano, um turbilhão de altos e baixos, em que os baixos foram incrivelmente baixos que eu, que vivo de pequenos momentos da vida, fui muita vez incapaz de esconder a tristeza que sentia comigo.

Há marcos na vida, que por muito que se leia, que se ouça ou até mesmo que se afirme todos caímos no erro de os valorizar perante aos momentos de sorrisos e cumplicidade que certamente existiram durante 2017 mas que não conseguiram o impacto que as más notícias trouxeram.

Olho para 2017 como um ano complicado mas sobretudo olho para 2018 como um ano de esperança, de luta e de que coisas boas também acontecem!

Com algum atraso é certo mas desejo a todos um BOM 2018!
1 comment

5.1.18

Saldos! Manual para boas compras


É oficial, a época de saldos está aí e é muito importante nesta altura do ano perceber se está a fazer ou não uma boa compra. Com os preços mais tentadores são várias as vezes que se chega a casa com peças adquiridas somente porque não se resistiu a uma etiqueta com um desconto apelativo.

Para fazer as melhores compras é importante ter em conta algumas dicas para gastar menos e comprar artigos realmente úteis quando vai aos saldos.

Por norma já sabe quais as lojas com que mais se identifica e por essa razão serão as que à partida vai eleger para comprar nos saldos, no entanto opte por horários em que estas possam estar mais calmas, preferencialmente de manhã, por apresentam menor movimento e maior arrumação, o que lhe permitirá visionar melhor e com mais calma as peças.

Antes da compra certifique-se de que a mesma não apresenta defeito, muitas vezes as peças em saldo são fim de coleção ou mesmo de coleções anteriores pelo que é importante observar que a peça que traz se encontra em bom estado, sem qualquer tipo de defeito.

Não é necessária a criação de uma lista de peças que pretende adquirir e de quanto quer gastar exatamente, mas ter uma ideia do que lhe faz falta é fundamental para procurar assertivamente. Estudar o guarda-roupa para não comprar peças idênticas às já existentes, mas antes aquelas que sempre pretendeu comprar, mas que ainda não teve oportunidade, é também uma excelente dica.

Ainda no mesmo sentido, deve pensar o número de vezes que vai usar a peça para ponderar se o investimento vale a pena, por vezes as peças com preços mais elevados justificam bem a sua compra pela durabilidade e uso da mesma compensando o gasto inicial. Assim como perceber se a peça que está prestes a adquirir faz sentido no seu armário, e permite um bom número de coordenados com as peças que já tem em casa, ou se simplesmente fica complicado resistir a uma peça que tem um preço bem mais baixo comparado com o preço inicialmente marcado, ainda que por vezes essa peça nem estivesse nos seus desejos nem tão pouco sabe como a irá usar e/ou conjugar.

Aproveite os saldos para investir em bons básicos, está errado quem pensa que estes não permitem a criação de vários coordenados, em acessórios que sejam tendência da estação para que em simultâneo ‘atualizem’ e ornamentem as vossas conjugações. Bem como em peças-chave e intemporais que transitam de uma estação para a outra, mesmo nestes saldos pode comprar peças para usar nas estações mais quentes. Pode também aproveitar os saldos para compras antecipadamente necessárias, como ocasiões especiais previamente marcadas ou prendas.

Por último, experimente as peças. Mais uma vez, de que serve adquirir uma peça por mais barata que esteja se não a vai usar, seja por não lhe servir, por não apreciar a forma como veste, ou simplesmente porque não a imaginaria assim. Lembre-se veste um corpo e não um tamanho por isso é tão importante experimentar para ver como a peça se comporta.

Siga as redes sociais:

Artigo da minha autoria, enquanto Consultora de Imagem, para o jornal Diário de Aveiro, na data de 4 de janeiro de 2018.
1 comment

29.12.17

SET // FRIDAY, I'M IN LOVE #121


Um set especial, um set para a Passagem do Ano! Votos de excelente 2018!

1. JADICTED | 2. THEORY | 3. GIUSEPPE ZANOTTI | 4. LIZZIE FORTUNATO | 5. BAUBLEBAR | 6. YSL

2 comments
© PAGINA AO LADO • Theme by Maira G.